Bonsai

Cotognastro, Cotonastro - Cotoneaster

Cotognastro, Cotonastro - Cotoneaster


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Generalitа


Planta pequena, nativa da China e do Himalaia, o gênero possui cerca de 50 espécies decíduas ou sempre-verdes, com hábito ereto ou prostrado (C.Horizontalis); amplamente utilizado para sebes e bordas devido à compacidade da folhagem e aos inúmeros galhos, na natureza pode atingir três metros de altura.
Possui folhas verdes muito pequenas, brilhantes e brilhantes que ficam vermelhas no outono. Na primavera produz pequenas flores brancas, seguidas de frutas alaranjadas ou vermelhas, semelhantes a maçãs muito pequenas, reunidas em cachos, muito decorativas. A casca é geralmente escura e lisa e fica enrugada nas plantas adultas.
Planta muito recomendada como bonsai, mesmo para iniciantes, por não apresentar dificuldades específicas de cultivo, além disso, tem a vantagem de estar facilmente disponível, a preços razoáveis.

Poda, exposição e rega




Poda: é feita na primavera, antes da floração, eliminando os galhos mais antigos; durante a estação de crescimento, é aconselhável aparar os brotos, deixando 1-2 folhas. O fio pode ser aplicado em qualquer época do ano, mesmo que não seja recomendado durante a floração.
Exposição: o cotoneaster gosta particularmente de posições ensolaradas, mesmo no verão. Não tem medo do frio.
Rega: o solo deve ser mantido constantemente úmido, fornecendo água com frequência e evitando a estagnação da água; no verão, o cotoneaster também sofre curtos períodos de seca (um ou dois dias). A cada 10 a 15 dias, adicione fertilizante para bonsai à água das regas, de março a outubro.

Cotognastro, Cotonastro - Cotoneaster: Outras dicas


Solo: não possui requisitos específicos de solo, qualquer terreno para bonsai é bom; se desejado, o solo pode ser preparado misturando uma parte de turfa, duas partes de areia e três partes de argila.
Repote a cada 2-3 anos, possivelmente na primavera, podando um pouco as raízes.
Multiplicação: ocorre por sementes na primavera, usando os frutos do ano anterior deixados para secar durante o inverno em um recipiente cheio de areia seca. As estacas podem ser colhidas no outono; elas devem ser enraizadas em um recipiente cheio de areia e turfa em partes iguais, para serem mantidas até a primavera em temperaturas amenas.
Pragas e doenças: às vezes, pulgões e cochonilha estragam os brotos mais jovens.



Comentários:

  1. Jaiden

    Eu concordo com você

  2. Bedrosian

    Pensamento infeliz

  3. Menzies

    Na minha opinião, você está errado.

  4. Driscoll

    Eu excluí a mensagem

  5. Tymothy

    Em vez de críticas, escreva as variantes.

  6. Eward

    Quão curioso. :)

  7. Dor

    Obrigado pelo conselho como posso agradecer?



Escreve uma mensagem